20 Bombeiros Municipais de Loulé foram promovidos


A cerimónia de imposição de galões e divisas a 20 bombeiros que integram o Corpo de Bombeiros Municipais de Loulé, realizou-se no Cine-Teatro Louletano.

João Daniel Maltez de Jesus, João Luis Gonçalves Lores, Delmiro José Gonçalves Lores, Luis Carlos Cheles Alves, Igor Filipe da Silva Gomes, Mónica Sofia de Jesus Dionísio Coelho, Samuel Vairinhos Simões, Lúcia Neves Andrade Cabrita Simão e Ana Cláudia da Silva Soares receberam as divisas de bombeiro de 2ª classe.

Ricardo Jorge Silva Carvalho, Yohann Gonçalves, Luis Filipe Nunes Luz, Márcio Emanuel Jesus Dionísio Coelho e Nelson Joaquim Galhardo Vinagre ascenderam à categoria de bombeiro de 1ª classe.

Já Carlos Alberto Alves Marques, Fernando Humberto M. Lopes Claro, Florêncio Manuel Gonçalves Cabrita e Victor Tomás Gonçalves foram promovidos a subchefes.

Por fim, Carlos Alberto Silva Fonseca e John Xavier Rodrigues receberam os galões de chefe. 

As promoções na carreira de Bombeiro Municipal são obrigatoriamente precedidas de curso de promoção, sendo os candidatos graduados, de acordo com a classificação final obtida, resultante da média aritmética da classificação do respetivo curso e da avaliação curricular.

Como explicou Irlandino Santos, comandante desta corporação, este foi um processo que teve início em 2018, com a realização da formação necessária, ministrada pela Escola Nacional de Bombeiros, constituindo “mais um avanço, mais um salto qualitativo para este Corpo de Bombeiros”. Este responsável sublinhou o empenho dos vários envolvidos – executivo camarário, pessoal técnico e administrativo – que permitiu “levar a bom porto” estas progressões na carreira.

Já o presidente da autarquia Vítor Aleixo sublinhou o “trabalho incansável e louvável” dos ‘soldados da paz’, uma vez que põem em risco a sua própria vida em prol da defesa de pessoas e bens. Num concelho extenso e com realidades diversas como o de Loulé, estes homens têm sido muitas vezes “verdadeiros heróis” no apoio e socorro às populações mas também na defesa do património florestal.

You may also like...

Deixar uma resposta