App ensina a cultivar produtos biológicos em casa

FOTO - Susana Caseiro e Kit Plantit

Solução de Susana Caseiro, ex-aluna da Universidade do Minho, é gratuita para iOS e Android
Uma ex-aluna da Universidade do Minho lançou uma aplicação digital que ensina a cultivar produtos biológicos em espaços urbanos reduzidos, como varandas e pátios. A app “Plantit”, gratuita para os sistemas iOS e Android, mostra em poucos minutos como, quando e onde semear, plantar, colher e regar cerca de 30 legumes, hortícolas e aromáticas, como alface, tomate, rúcula, alho francês, coentros, beringela, salsa e morangos.

Esta solução assinala o sexto aniversário da “Plantit”, empresa pioneira na área em Portugal, fundada por Susana Caseiro, licenciada em Engenharia Biológica da Universidade do Minho. “O conteúdo é apresentado de forma simples, permitindo maior compreensão por qualquer agricultor urbano, com ou sem experiência. Há informações sobre a exposição solar adequada, o tipo de solo, a estação do ano, como colher e em que pratos utilizar os produtos, entre outros aspetos”, sublinha.

A app contém ainda dicas para quem quiser preparar biofertilizantes ou conhecer métodos simples para controlo de pragas. A médio prazo, o objetivo é abarcar novas variedades e funcionalidades que promovam a interação com o utilizador.

 

Instalação rápida de hortas em casa, no trabalho e na escola
A “Plantit” conta ainda com kits personalizados que permitem a instalação rápida de uma horta em apartamentos, terraços ou superfícies compactas, como relvados, pisos em terra e jardins, ou até em ambientes escolar, institucional e empresarial. Tem vindo, também, a promover o projeto ecopedagógico “Reinventei o Jardim da minha Escola”, destinado a crianças do ensino básico e jardins-de-infância. “O principal objetivo é melhorar o ambiente urbano e a qualidade de vida nas cidades. Além de funcionar como elemento diferenciador na educação pessoal e social, o cultivo de alimentos em espaços de lazer, como jardins, traz benefícios económicos, promove a atividade física, a saúde e o bem-estar emocional”, explica Susana Caseiro, natural de Mirandela e a viver em Braga.

Gabinete de Comunicação, Informação e Imagem – Universidade do Minho
Ciência na Imprensa Regional – Ciência Viva

You may also like...

Deixar uma resposta