Festa do Basquetebol Juvenil termina com grande festa em Albufeira

Chegou ao fim a 13.ª edição da Festa do Basquetebol Juvenil. Na passada terça-feira, o Pavilhão Desportivo de Albufeira acolheu a cerimónia de encerramento e entrega de prémios, que contou com a presença do secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo. O dirigente elogiou a iniciativa, reconheceu o mérito aos jovens e afirmou sentir pena por não ter vindo a esta Festa há mais tempo.

“Esta Festa é impressionante. Aqui respiram-se os valores do desporto. Saio daqui com as energias renovadas e tenho pena de não ter vindo há mais tempo a este evento”. Foram estas as palavras de João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e Desporto que, juntamente com os presidentes da Câmara Municipal de Albufeira, José Carlos Rolo, e da Federação Portuguesa de Basquetebol, Manuel Fernandes, entregaram os troféus às seleções vencedoras da Festa do Basquetebol Juvenil Albufeira 2019.

A Madeira levou a melhor sobre Lisboa (52-50) no escalão de Sub16 femininos, naquele que foi o primeiro título da seleção neste evento. Aveiro voltou a conquistar a competição de Sub16 masculinos, sete anos depois, graças a um triunfo sobre o Porto por 58-45, impedindo assim o tetracampeonato do adversário.

Numa reedição da final do ano passado, Lisboa e Algarve voltaram a defrontar-se pelo título de Sub14 masculinos, mas agora com um desfecho diferente. A seleção alfacinha venceu o sul por 50-48. O Porto agarrou o ‘tri’ no escalão de Sub14 femininos depois de ultrapassar a Madeira por 57-36.

“É extraordinário assistir a esta moldura humana, a esta festa da família que durante seis dias dá uma nova cor e dinâmica a Albufeira”, destacou José Carlos Rolo. O autarca garantiu que para o ano, Albufeira irá continuar a ser a cidade anfitriã deste evento e salientou que “a Festa é tão ou mais importante do que a competição porque faz sobressair os valores da amizade, convívio, fair-play e espírito de equipa, tão importantes para o crescimento saudável destes jovens”.

Recorde-se que de 11 a 16 de abril, Albufeira acolheu 18 comitivas de jovens, que vieram acompanhados por treinadores, árbitros, dirigentes, técnicos nacionais, membros da organização, fisioterapeutas e familiares. No total as Festas do Basquetebol Juvenil movimentam perto de 5 mil pessoas.

Os jogos decorreram em seis equipamentos desportivos do concelho: Pavilhão de Olhos de Água, Pavilhão Desportivo de Albufeira, Pavilhão da Escola Básica e Secundária de Albufeira, Pavilhão da Escola Secundária de Albufeira, Pavilhão da Escola EB 2,3 Francisco Cabrita e Pavilhão Francisco Neves (Imortal).

No sábado, os jogos All-Star, reavivados em 2016, voltaram a fazer furor, com muitos dos craques da Liga Portuguesa de Basquetebol a disputarem duas partidas, que provocaram sorrisos e o delírio do público que aplaudiu efusivamente os atletas. Ambas as equipas protagonizaram um espetáculo único, que incluiu ainda concursos de triplos e de afundanços. Os jovens atletas tiveram a oportunidade de conviver e partilhar experiências com as estrelas da modalidade.

Este ano, uma das novidades foi o ‘Jogo das Estrelas’ que juntou em campo figuras públicas e convidados da organização do evento. Marta Atalaya, Sabri Lucas, Diogo Beja, António Raminhos, DJ Kamala e Pedro Rodil mostraram os seus dotes basquetebolísticos numa animada partida que terminou com a vitória da equipa de convidados, por um ponto de diferença (30-31).

A ação de ‘Basket Solidário’ reverteu a favor do CASA- Centro de Apoio ao Sem Abrigo – Núcleo de Albufeira, que recebeu o montante de 2.852,00 Euros, em resultado da doação de 2 Euros por parte de todos os participantes do evento. Sónia Pinto, coordenadora da instituição agradeceu o apoio, que será direcionado para melhorar o serviço que o CASA presta a quem mais necessita. A instituição serve cerca de 60 refeições por dia a famílias carenciadas e sem abrigo, através da distribuição de cabazes mensais e da recolha dos desperdícios alimentares de hotéis, escolas e hipermercados. “Contamos com a ajuda de 40 voluntários que prestam ajuda a perto de 200 pessoas, quer em termos de alimentação, vestuário, acompanhamento psicológico, saúde mental e reinserção social”, explicou Sónia Pinto.

Solidariedade e ‘Fair Play’ voltaram a ser as palavras de ordem desta Festa que, de ano para ano, tem vindo a implementar regras e prémios de incentivo aos mais jovens para a prática de desporto com respeito, retidão e cidadania. “É uma satisfação podermos ajudar quem mais precisa através do Desporto e, em particular, do Basquetebol”, afirmou Manuel Fernandes. O presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol destacou que “estes gestos têm ainda o propósito de incentivar, desafiar os jovens para terem uma atitude solidária. Somos uma modalidade de referência que se pauta por valores que tornam a sociedade mais justa e mais humana”. Refira-se que durante a Festa decorreu ainda uma campanha de angariação de fundos a favor de Moçambique.

A Festa é uma organização da Federação Portuguesa de Basquetebol em parceria com a Câmara Municipal de Albufeira, e conta com o apoio da Associação de Basquetebol do Algarve, do Imortal Basket Club e do Clube de Basquete de Albufeira. O evento conta ainda com a colaboração das associações distritais de basquetebol de todo o país.

You may also like...

Deixar uma resposta