Festival de Esculturas em Areia abre portas na próxima sexta-feira

 fiesa

O FIESA – Festival Internacional de Esculturas em Areia abre já a partir das 10hh0 de 20 de março em Pêra, apresentando 40 mil toneladas de areia transformadas em imponentes esculturas.

Esta edição apresenta as mesmas peças do ano anterior, onde foram feitas reparações e acrescentados elementos, e destina-se, principalmente, a quem não teve oportunidade de visitar o festival.

O tema Música, que se mantem este ano, tem criado grande empatia com o público que aprecia ver alguns dos seus ídolos musicais reproduzidos detalhadamente em areia e também as cenas criativas relacionadas com essa expressão artística.

A decisão inédita de não alterar o tema do festival está relacionada com o facto de este evento ir mudar de local e com o início, para breve, de um novo projeto, onde novas esculturas serão construídas, explorando diferentes temas e técnicas de esculpir.

No FIESA podem ser vistas até outubro cerca de cem cenas em areia que retratam música tradicional de diferentes países, a expressão musical aliada a outras formas de arte, a música erudita e a música popular, em várias das suas manifestações, que vão do pop ao rock e à eletrónica.

Amy Winehouse, BB King, Jimmy Page, Lady Gaga, Frank Zappa ou Bono são alguns dos artistas representados, bem como os portugueses Xutos e Pontapés, Mariza ou Tony Carreira, além de músicos clássicos como Mozart e Beethoven.

Na área dedicada às crianças, foram esculpidas personagens infantis cujas bandas sonoras se tornaram populares, como o filme musical infantil Frozen, o Noddy, a Mary Poppins ou o Mickey Mouse.

O FIESA realiza-se desde 2003, atraindo anualmente milhares de visitantes, sendo edificado por um conjunto de escultores de várias nacionalidades, que aí exploram diversas técnicas de esculpir em areia, produzindo peças originais que se destacam pela magnitude, pela técnica e pela estética.

No espaço da exposição existe também uma série de atividades relacionadas com a escultura em areia, como ateliers e demonstrações sobre a técnica de esculpir, projeções de vídeo, jogos e concursos alusivos às esculturas e uma zona para as crianças brincarem e experimentarem esta nova forma de expressão artística.

Embora a escultura em areia seja efémera, desaparecendo com a erosão natural, a utilização de areia fina e a sua correta compactação com água, aliadas à ação do sol, tornam as esculturas resistentes, se bem que regularmente tenham que ser reparadas e esculpidos muitos detalhes.

O festival pode ser visitado todos os dias entre as 10h00 e as 19h00 até 1 de Junho, até às 22h00 entre 2 de junho e 14 de julho, até à meia-noite até 15 de setembro e até às 20h00 entre 16 de setembro a 25 de outubro.

 

You may also like...

Deixar uma resposta