Festival T arranca no dia 23 em Albufeira

O 11º T – Festival Internacional de Teatro de Albufeira arranca já na próxima sexta-feira, com a comédia romântica ‘Enfim, nós’, que tem nos papéis principais Marta Fernandes e Rúben Silva, numa encenação de Cláudio Torres Gonzaga que também assina o texto juntamente com Bruno Mazzeo.

No sábado, a proposta será Goethe, em ‘Afinidades – Notas para uma decomposição do dispositivo conjugal’, pela inImpetus Companhia de Teatro, numa encenação de Mário Trigo, com interpretações de Bárbara Rosa, Miguel Coutinho, Pedro Jesus, Sílvia Moura e Tiago Becker e direção técnica de João Pitarma.

No domingo, às 11h30, chega a proposta para os mais novos ‘De cá para lá – teatro para bebés’, da Companhia PLage, com Paulo Lage, Cheila Lima, Christophe Santos e a bailarina Carolina Branco.

Na segunda, às 14h30, o espetáculo é ‘Reverso’, pela companhia Produções Acidentais. Partindo de poemas inéditos de Alexandre Dale, autor duas vezes galardoado com o Prémio Literário Cidade de Almada, Luzia Paramés e Sandro Esperança construíram esta atuação particularmente dirigida à infância, interpretada pela atriz Sara Castanheira e pelo músico e ator João DaCosta. Na noite, sobre o palco vai estar a realidade das prisões brasileiras através de ‘Cárcere’, com Vinícius Piedade, um espetáculo que tem vindo a levantar as plateias no Brasil, Nova Iorque e em diversas cídades europeias.

Já na terça-feira, Dia Mundial do Teatro, haverá ‘Simetria’ pela organizadora do Festival, a CTC – Companhia de Teatro Contemporâneo, sobre Vicente de Santo António e Madalena de Nagasaki. Conta no seu elenco com Roberto Leandro, Cátia Cassapo e Cheila Correia, e ainda com as participações especiais de Paulo Moreira. Paulo Chagas, Fernando Simões, Carlos Carlos Miguel Canão e Coro VOXX do Conservatório de Albufeira, com o apoio do maestro Paulo Sopa e as vozes de António Correia, Catarina Correia, Rosa Bentes, Sílvia Correia, Luís Pica, Cristina Lamy e Delfina Rosa Santos. Neste dia a entrada é grátis, sujeita a levantamento prévio de Bilhete.

Nos restantes dias, o bilhete é sempre de 3 euros e pode ser levantado no dia do próprio espetáculo entre as 19h30 e as 21h15, quanto às sessões da noite.

Nesta data serão reconhecidos os agentes culturais ligados à criação teatral no Algarve, através do Prémios Vicente, nas categorias de dramaturgia, encenação, interpretação e melhor espetáculo, a partir da escolha de um júri com créditos firmados na área.

O Festival T conta com o apoio do Município de Albufeira e do Programa 365 Algarve.

You may also like...

Deixar uma resposta