Jornalista Paulo Jorge Pereira lança livro ‘Filhos da Primavera Árabe’

‘Filhos da Primavera Árabe’ (editora Ego) é o primeiro livro do jornalista Paulo Jorge Pereira, num romance que alerta para a questão dos refugiados, questão que se teima em não encontrar solução.

A obra, lançada a 20 de junho em Lisboa, conta a história de Mekdad e Wafaa, dois jovens professores universitários que trabalham na Universidade de Damasco, capital da Síria. Entre as aulas, as saídas com os amigos e a ideia de constituir família, a vida corre-lhes bem, apesar da falta de democracia no país.

Um dia, inspirado por movimentos de protesto noutros países árabes, um grupo de jovens manifesta-se contra o regime. A repressão de Bashar Al Assad contra o movimento, conhecido como ‘Primavera Árabe’, não se faz esperar e, em pouco tempo, o país mergulha numa guerra civil sem precedentes.

Com o passar do tempo, os combates alastram por toda a Síria e Mekad percebe que a única esperança de vida para ele, Wafaa e os seus dois recém-nascidos filhos é a fuga para a Europa.

Mas os perigos são maiores do que alguma vez eles poderiam imaginar. Valerá a pena arriscar? Conseguirão eles chegar à Europa? E se chegarem, que Europa terão eles à sua espera, como refugiados?

“É um romance e a ideia surgiu porque estamos todos os dias, nos últimos seis anos, a levar com este tema através dos meios de comunicação social e o livro é uma forma de fazer mais um alerta contra situação que é uma tragédia e que infelizmente não se vê o fim. Os responsáveis e as pessoas com poder para tal, estão mais concentrados em proteger interesses do que proteger as pessoas”, conta o autor.

PERFIL

Paulo Jorge Pereira nasceu a 13 de agosto de 1970 em Lisboa. Licenciado em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa (FCSH), a paixão pelo Jornalismo levou-o a trabalhar, a partir de 1992, em publicações como A Bola, Record, Diário Económico e Jornal Económico. ‘Filhos da Primavera Árabe’ é a sua primeira obra literária.

You may also like...

Deixar uma resposta