Lagoa comemora os 45 anos da revolução dos cravos

Músicas, danças, pinturas, desportos, jogos tradicionais, convívios entre amigos, assembleias de cidadania e atos solenes, o hino e a bandeira do País, todos fazem parte do programa das comemorações do 45º aniversário do 25 de abril em Lagoa.

Ao cair da tarde de 24 de abril, pelas 18h30, começará a ouvir-se nas ruas de Lagoa, a música das bandas filarmónicas de Lagoa, Silves e Portimão.  Depois, pelas 21h30, as mesmas bandas vão juntar-se para um miniconcerto na praça do Auditório Carlos do Carmo.

Logo a seguir, pelas 22h00, no mesmo local, a música é dos HMB.  Quando chegar a meia noite será hasteada a Bandeira Nacional, tocado e cantado ‘A Portuguesa’. No final, vai ser partilhado pelos presentes um bolo de aniversário da revolução dos cravos.

Durante todo o dia 25 de abril de 2019, as Juntas de Freguesia promovem programas comemorativos nos núcleos urbanos de Lagoa, Carvoeiro, Estômbar, Parchal e Ferragudo.

No ano temático de ‘Lagoa, Cidade Inclusiva’, integra o programa comemorativo do 25 de abril de 2019, a conferência “Cidadania…Inclusão…, que desafios?”, agendada para as 21h00 de 23 de abril no auditório do Convento de São José.

A 5ª Assembleia Municipal Jovem é outro destaque do mesmo programa, a iniciar pelas 14h15 de 2 de maio, no Auditório Carlos do Carmo.  Conta-se aqui com a participação dos alunos das escolas públicas dos Agrupamentos ESPAMOL e RIO ARADE, e da Nobel-International School. Vão apresentar, debater e aprovar propostas de intervenção concelhia, num exercício de cidadania participativa.

Entre os dias 8 e 24 de abril, a Escola de Artes Mestre Fernando Rodrigues, está de portas abertas e convida a ‘Construir Liberdade’. Pintores, poetas, fotógrafos, escultores, escritores, ceramistas, oleiros, e todas as pessoas interessadas, são desafiadas a construir a uma obra sob o tema ‘Liberdade’.  As várias obras vão evoluindo no local e os visitantes têm oportunidade de acompanhar estes trabalhos ao vivo. Serão mostradas no Auditório Carlos do Carmo, no Convento de S. José, e na Escola de Artes MFR, até 3 de maio’19.

“Quando, há 45 anos, em Portugal, conquistámos a liberdade e começámos a viver em democracia, estávamos longe de imaginar que, cerca de meio século depois, a democracia no mundo, e até mesmo na Europa, estaria ameaçada e correria sérios riscos.”, afirmou o presidente da Assembleia Municipal de Lagoa, José Águas da Cruz, a propósito do programa destas comemorações.

“É neste mar de águas turvas e revoltas que navega o barco da democracia. Com este quadro de fundo, faz ainda mais sentido realizar as Comemorações do 25 de Abril e dar maior ênfase à invocação dos valores da liberdade e da democracia, valores que estão indissociavelmente associados a esta efeméride”. Acrescenta o representante do órgão deliberativo do Município de Lagoa, que preside à Comissão Organizadora das Comemorações e apela à participação de todos/as.

You may also like...

Deixar uma resposta