Lagoa é ponto de partida de oito mulheres para Volta a Portugal em motorizada

Oito mulheres preparam-se para dar a volta a Portugal em motorizadas 50 cc. clássicas nacionais, em 160 horas e sete dias. Lagoa é o ponto de partida e de chegada. Pelo meio há uma semana de aventura. 

A iniciativa sem fins lucrativos vai decorrer entre 15 a 21 de dezembro de 2019, com saída marcada para as 9h00 de domingo do largo do auditório Carlos do Carmo em Lagoa rumo a Lisboa.

As oito “guerreiras do asfalto” têm estado a preparar-se para esta Volta a Portugal em motorizadas 50 cc. de fabrico nacional, com viagens de treino de menor duração. O mesmo grupo organizador já concretizou três voltas a Portugal e uma à Europa em versões masculinas. Desta vez o desafio foi lançado às mulheres.

O Município de Lagoa apoia esta iniciativa no âmbito da sua intervenção para a promoção da igualdade de género e da cidade inclusiva. Participam nesta atividade quatro algarvias, três portuguesas vindas de outros pontos do país, e uma estrangeira. 

A primeira das sete etapas do programa desta Volta a Portugal, em jeito de passeio de domingo, vai de Lagoa a Lisboa. No dia seguinte, a segunda etapa liga as duas maiores cidades do país: Lisboa e Porto.

Terça-feira, dia 17, o grupo viajará de Gondomar até Chaves. Ao quarto dia vencem-se os quilómetros entre Chaves e Santa Comba Dão. A quinta parte do percurso, a concretizar durante o dia 19, vai de Santa Comba Dão a Ponte De Sor.  Na sexta feira, corre a sexta etapa entre Ponte de Sor e Almodôvar. E para finalizar a aventura, no sábado 21, as ousadas condutoras cumprem a sétima distância: de Almodôvar rumo ao Algarve central, e ao ponto de partida: Lagoa.

Uma pequena, mas experiente equipa de apoio, está a acompanhar com entusiasmo o planeamento dos detalhes desta aventura que se apresenta como a primeira edição feminina da Volta a Portugal em motorizada clássica, 50 cc. 

Já o grupo de entusiastas da iniciativa continua a aumentar a sua expressão nas redes sociais. Através de uma página de facebook dedicada a estas atividades, prevê-se que os interessados possam acompanhar em tempo real esta primeira edição da Volta feminina a Portugal em motorizada.

You may also like...

Deixar uma resposta