Lagoa vai identificar monumentos e sítios de interesse para Rota Turística

promontório

Neste ano dedicado ao Património, a autarquia quer potenciar o Promontório da Senhora da Rocha, a Igreja Matriz de Estômbar e o Forte do Arade, três edifícios classificados, além de casas senhoriais e vilas do concelho.

José Manuel Oliveira

Depois do tema sobre o ‘Mar’, em 2014, ‘O Vinho e a Vinha’, em 2015, e ‘A Nossa Gente, a Nossa Identidade’, em 2016, Lagoa dedica o ano de 2017 ao ‘Património’, tendo como subtema ‘Olhar o passado, rumo ao futuro’.

Em declarações à revista Algarve Vivo, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Martins, revela, em traços gerais, qual será a ação do município nesse âmbito e até aproveita para enaltecer os seus antecessores.

“Alguma coisa nos distingue de outro concelho qualquer. Somos todos portugueses, algarvios, mas também somos lagoenses. Da mesma forma que outro concelho tem os seus monumentos e o seu património, nós temos o nosso e temos vindo a preservá-lo. É mérito de quem esteve antes de mim, ao longo dos anos, este concelho tem uma harmonia ao nível de património muito grande. Temos três edifícios classificados – o Promontório da Senhora da Rocha, a Igreja Matriz de Estômbar e o Forte do Arade. Além disso, existe uma série de casas senhoriais, além das nossas traças, as vilas de Porches e de Estômbar. É isso que vamos potenciar. A aposta é a valorização do património e demonstrar às pessoas que há que preservá-lo, melhorá-lo, conservá-lo”, salienta o autarca


Colocação de legendas
Nesse sentido, Francisco Martins lembra que, a 13 de janeiro, adjudicou a colocação dos identificativos nos monumentos e sítios de interesse do concelho. “É que em Lagoa nenhum edifício tem uma legenda à entrada para que possamos, enquanto turistas, saber o que é aquilo. É uma identificação para uma rota turística no Algarve”, anuncia o edil.

 

Eventos para todos os gostos
Além de outros e diversificados eventos ao longo do ano, o programa divulgado para 2017 contemplará, de 13 a 31 de maio, a 19ª. Semana Coral de Lagoa, e a 26 e 27 um Encontro de Arquivos do Algarve, no Convento de São José. Em junho, nos dias 23, 24 e 25 será a vez do Festival Lagoa Jazz, no Parque Municipal do Sítio das Fontes, em Estômbar. Já no mês de julho, de 6 a 9, o Convento de São José e o centro histórico de Lagoa receberão o Mercado de Culturas à Luz das Velas 2017 Rota da Seda, enquanto no dia 30 o Auditório Municipal será palco para o 3º. Raid Rota da Sardinha/Património – BTT.

Por outro lado, de 11 de agosto a 12 de setembro terá lugar, no Convento de São José, a Exposição ‘Dieta Mediterrânea – Património Imaterial da Humanidade’. E também em setembro, nos dias 22, 23 e 24, decorrerão as Comemorações das Jornadas Europeias do Património 2017. Seguir-se-á o 4º. Festival Internacional de Guitarra de Lagoa, de 16 de setembro a 22 de outubro, em diferentes espaços culturais, e de 6 de setembro a 29 de dezembro, no Arquivo Municipal, a Exposição ‘Arquivo Municipal:15 anos de com/convivência.”

 

 

 

You may also like...

Deixar uma resposta