Loulé, Silves, Albufeira e Universidade do Algarve celebram protocolo

Os Municípios de Loulé, Silves e Albufeira, juntamente com a Universidade do Algarve/Centro de Investigação Marinha e Ambiental vão assinar, na próxima segunda-feira, dia 2 de dezembro, um protocolo de colaboração, no âmbito da candidatura a Geoparque Mundial da UNESCO do aspirante Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira. Refira-se que no território abrangido pelo Geoparque destacam-se como locais de interesse geológico a Rocha da Pena, o grés de Silves e as áreas envolventes ao Castelo de Paderne. 

A cerimónia de assinatura do protocolo, que vai ter lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Loulé, a partir das 16h30, vai contar com as presenças dos autarcas Vítor Aleixo, Rosa Palma e José Carlos Rolo e do reitor da Universidade do Algarve Paulo Águas. 

O aspirante Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira conta, através das rochas que se encontram no seu território, uma história que começa há quase 360 milhões de anos atrás. Promover o desenvolvimento sustentável do território a partir das comunidades e da sua qualidade e modo de vida, assim como da riqueza geológica, tornando a área dos três concelhos num destino sustentável e potencialmente turístico de interesse mundial, por via do seu património geológico, é o principal objetivo desta candidatura. 

O presidente da Câmara Municipal de Albufeira está bastante orgulhoso por fazer parte desta parceria que acredita “irá levar mais longe a imagem do destino, não só sob o ponto de vista turístico, mas também ao nível da comunidade científica”. José Carlos Rolo sublinha que “Albufeira não é só sol e praia, tem todo o interior do concelho de enorme beleza paisagística e riqueza cultural, que é preciso preservar e divulgar. Por outro lado, é essencial criar iniciativas que ajudem a fixar as populações nestas zonas, acrescenta, “e esta candidatura constitui uma mais-valia, uma vez que irá dinamizar a economia local, criando postos de trabalho e novas fontes de receita”. 

Ainda no âmbito da candidatura, no dia 7 de dezembro, a partir das 15h00, a Escola Secundária de Loulé irá receber uma conferência com os intervenientes no projeto e especialistas na matéria, entre os últimos há a assinalar a presença de Octávio Mateus, da Universidade Nova de Lisboa e investigador que liderou a equipa internacional que escavou a jazida da Penina, onde se descobriu o Metoposaurus Algarvensis, e Artur Sá, da UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que irão falar sobre os desafios e oportunidades da candidatura. Às 17h15, será inaugurada a exposição itinerante ‘Vamos ser Geoparque Algarvensis: O que é isso? – Um Território aspirante a Geoparque Mundial da Unesco’. 

You may also like...

Deixar uma resposta