Olhão recebe V Encontro Internacional de Poesia


Olhão acolhe o V Encontro Internacional Poesia a Sul, uma organização da Câmara Municipal de Olhão apoiada pelo programa 365 Algarve, que decorre entre 18 e 27 de outubro, com a participação de poetas oriundos de vários países. Durante 10 dias haverá partilha de saberes e experiências com o público em mais de meia centena de atividades.

Na quinta edição do Poesia a Sul, evento municipal comissariado desde a primeira hora pelo poeta e advogado olhanense Fernando Cabrita, é celebrado o bicentenário do nascimento do poeta Walt Whitman e o centenário dos nascimentos de Sophia de Mello Breyner Andresen, Laurence Ferlinghetti e Jorge de Sena. 

A Biblioteca Municipal José Mariano Gago acolhe, no dia 18, o início de um programa recheado de iniciativas. O espetáculo de abertura terá lugar às 17h00 com Nanook e Rogério Cão, seguindo-se a inauguração (18h00) com a presença de entidades oficiais, poetas e artistas convidados. A biblioteca olhanense acolhe também a apresentação da nova coleção de autores Poesia a Sul – Edifício Nautilus, de Inma Luna, Ventos, de Chi Trung e Missa Branca, de Fernando Cabrita.

Neste dia, que será de festa, inaugura ainda uma exposição coletiva de pintura e desenho de Michael Augustin, Hans Wap, Tineke Storteboom e Paulo Gago e haverá um jantar de homenagem aos poetas que se celebram nesta edição, ao qual se segue poesia nos bancos de jardim da Avenida da República.

A noite de 18 de outubro continua na Re-Criativa República 14, às 22h30, quando se realizará a geminação do Poesia a Sul com o Festival de La Lyre Emigrée (Rússia), Edita – Festival Ibero-americano de la Edición, la Poesia y las Artes (Espanha) e com a Fundação Pierre le Grand (Bélgica/Rússia). Aqui será também apresentada a exposição de pintura de Jeffrey Gaylord Carter aos Poetas do Mundo.

O Museu Municipal – Edifício do Compromisso Marítimo acolhe, às 23h00, a inauguração das exposições de Jill Stot e de Augusto Thassio S. Gómez De Los Infantes. A primeira noite olhanense dedicada à cultura termina como começa: com poesia e música.

Nos nove dias seguintes, o V Encontro Internacional Poesia a Sul oferece mais de meia centena de propostas, entre apresentações de livros, recitais, palestras, declamações de poesia, sessões de cinema, espetáculos musicais, conversas com alguns dos melhores poetas da atualidade a nível mundial ou passeios na Ria Formosa.

Para além dos vários palcos existentes na cidade de Olhão – Museu, Bilbioteca, Auditório e Mercados Municipais, Ria Formosa, Re-Criativa República 14 ou Sociedade Recreativa Progresso Olhanense -, também as freguesias e as escolas do concelho de Olhão e outros locais do Algarve, do país e até de Espanha recebem a visita da poesia. Assim, também acontecem atividades no âmbito do Poesia a Sul em Faro, Beja, Ilha da Culatra ou Sevilha.

You may also like...

Deixar uma resposta