PJ detém suspeito de violência doméstica

Violencia

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Sul, identificou e deteve um homem pela presumível prática dos crimes de violência doméstica, difamação e ameaça.

O suspeito manteve uma relação amorosa com a vítima, uma mulher de 42 anos, finda a qual criou através das redes sociais um perfil falso, onde publicou expressões e fotografias que atentaram contra a honra e bom nome da mulher.

Em simultâneo, através de mensagens sms, ameaçava a vítima de que publicaria imagens íntimas suas, caso não cedesse aos seus intentos.

O detido, de 44 anos, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de proibição de se aproximar da vítima e de a contactar por qualquer forma, bem como de apresentações periódicas junto da autoridade policial da área de residência, não sendo revelada o local de residência de prevaricador e vítima.

 

Causador de incêndio foi preso

 

Por seu turno, o Departamento de Investigação Criminal de Portimão da PJ, com a colaboração da PSP local, identificou e deteve um homem fortemente indiciado da prática do crime de incêndio.

O suspeito, através de uma janela, lançou para o interior de apartamento uma garrafa com combustível líquido e com o respetivo pavio incandescente. O referido engenho explodiu e deu origem a danos no mobiliário da habitação, local onde se encontram, na altura, dois adultos e um bebé.

Os factos ocorreram no passado dia 13 de janeiro, na cidade de Portimão, sendo o detido, de 26 anos, presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

You may also like...

Deixar uma resposta