PO Algarve 21 está com 85 por cento de execução

PA050114

O Programa Operacional do Algarve – PO Algarve 21 apresentava no final de junho uma taxa de execução de 85 por cento, correspondente a um valor superior a 279 milhões de euros de investimento, relativos às 733 candidaturas aprovadas, afirmou o respetivo gestor David Santos, durante a sessão pública de apresentação de resultados que decorreu ontem no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, em Faro.

Em termos globais o “Eixo 1 – Competitividade, inovação e conhecimento “, é o que mais tem contribuído para a execução, ou seja, metade dos projetos aprovados estão ligados ao sistema de incentivos às empresas, que à data apresenta uma taxa de execução na ordem dos cem por cento.

“Estamos convencidos que vamos conseguir o aproveitamento total dos recursos, sem devolução de verbas à União Europeia, quando estamos a menos de seis meses do encerramento do Programa. Vamos implementar algumas medidas concretas e vão acertar-se reprogramações temporais durante o mês de julho. A partir de agora, estamos em monitorização ao segundo, todos os beneficiários estão em concorrência pois estamos na reta final da execução”, referiu na oportunidade David Santos.

Segundo o presidente da CCDR, “o Algarve deve olhar para os bons projetos apoiados no quadro que se encerra e reforçar o apoio no novo quadro, por forma a valorizar os recursos endógenos, assegurar a captura de valor na região e garantir a redução das assimetrias.”

A aposta nos territórios de baixa densidade, o reforço da inclusão e a visibilidade dos recursos endógenos associados ao emprego e ao território (em particular os recursos da terra e do mar), a par da manutenção e do incremento da competitividade do setor do turismo, são a base da estratégia do novo quadro 2014-2020.

Na sessão de ontem foram ainda apresentadas boas práticas e estudos sobre os territórios de baixa densidade e estratégia 2014–2020, inclusão social e emprego, que serviram de base à construção do Cresc Algarve 2020, e foram ainda efetuados o lançamento do site do novo PO e o catálogo “Made in Algarve”.

You may also like...

Deixar uma resposta