Portimão dispensa última fatia do FAM

Dos 137 milhões aprovados pelo Fundo de Apoio Municipal (FAM), a autarquia de Portimão “só utilizou 118 milhões de euros”, segundo foi ontem revelado por Isilda Gomes, presidente da edilidade, durante o discurso da sessão solene das comemorações do 25 de Abril.

A autarca referiu que em 2017 a Câmara portimonense “obteve os melhores resultados económico financeiros da sua história”, não escondendo a sua “felicidade” pelo facto de que as contas a prestar em breve na Assembleia Municipal conterem um resultado líquido “de mais de 20 milhões de euros.”

Este será o segundo ano consecutivo em que a autarquia liderada por Isilda Gomes apresenta resultados líquidos positivos e se em 2016 os mesmos foram na ordem dos 10 milhões de euros, no ano transato terão duplicado.

A edil informou ainda que “em 2017 pagámos de dívida mais de 13 milhões de euros com fundos próprios”, tendo anunciado que “à data de 31 de março último os pagamentos em atraso na autarquia de Portimão eram de zero euros.”

Na sua intervenção disse igualmente que o Município de Portimão “conseguiu dispensar a utilização da última ‘tranche’ do programa de assistência financeira a que foi forçado a recorrer, de cerca de 19 milhões de euros, significando isto que dos 137 milhões aprovados pelo FAM, já só fomos buscar 118 milhões.”

You may also like...

Deixar uma resposta