Portos algarvios beneficiam de investimentos no valor de 2,8 milhões de euros

44_Obras no Porto de Faro

Decorrem com normalidade as obras de melhoramento dos portos de Faro e Portimão, sob a responsabilidade da APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, devendo ficar as mesmas concluídas até ao final do corrente mês de julho.

Em Portimão, terminou a reabilitação do cais Ro-Ro  e as obras de reabilitação do cais flutuante Bartolomeu Dias encontram-se em fase final de conclusão, ao mesmo tempo que decorre a requalificação dos espaços afetos aos passageiros do edifício da respetiva gare marítima.

Em Faro, procedem-se aos trabalhos de reparação do caminho de rolamento dos guindastes, encontrando-se a área de jurisdição do porto a ser  alvo de ordenamento e requalificação.

A modernização dos sistemas de informação e comunicação em ambos os portos foi igualmente uma das preocupações da Autoridade Portuária, encontrando-se praticamente terminada a implantação do sistema de controlo de acessos, enquanto avança a melhoria das condições operacionais e de segurança dos datacenters, bem como a instalação da solução de integração de comunicações rádio VHF e evolução dos ativos da rede informática, com migração das firewalls (TMG).

A segurança e proteção portuária em Faro e Portimão serão reforçadas com a extensão do Sistema de Supervisão Portuária (SSP) e do VTS Portuário (AIS), o que permitirá  uma cobertura vídeo das várias áreas dos cais e a melhoria das operações e do controlo de tráfego marítimo nas áreas molhadas.

Em Portimão, serão ainda instalados um scanner no terminal de passageiros e novas defensas pneumáticas.

De referir ainda a melhoria dos serviços de apoio técnico, segurança e fiscalização de obras portuárias e a disponibilização de veículos polivalentes de intervenção para os dois portos.

Estas intervenções totalizam um investimento previsto de 1,2 milhões de euros em Faro e 1,6 milhões de euros em Portimão, apoiados por uma comparticipação comunitária de 480 mil e 700 mil de euros, respetivamente, provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa Operacional Algarve 21.

You may also like...

Deixar uma resposta