Urban Sketchers do Algarve voltam a desenhar Portimão

No âmbito do Dia Nacional dos Centros Históricos, que se assinala no próximo dia 28 de março, Portimão voltará a ser ponto de encontro para os Urban Sketchers do Algarve.

No dia 24, elementos deste coletivo de artistas de rua irão dinamizar um ‘workshop’ de desenho, e na manhã de domingo, 25 de março, promovem o Encontro Urban Sketchers na cidade, a qual terá cantos e recantos retratados nos cadernos dos participantes.

O ‘workshop’ de desenho tem como tema ‘Perspetivas distorcidas: arquitetura e pessoas’ e estará a cargo dos formadores António Procópio e Pedro Loureiro, ambos arquitetos e membros do grupo Urban Sketchers Algarve. Com a colaboração do ISMAT – Instituto Manuel Teixeira Gomes, no horário das 10h00 às 13h e entre as 14h30 e as 17h30, a iniciativa é de participação gratuita, estando aberta à participação de todos aqueles que gostam de desenhar. Como material necessário são aconselhadas ferramentas de desenho livre e cadernos A5 ou A4. Os interessados poderão obter informações e fazer a sua inscrição através do email id@ismat.pt.

A 25 do corrente, a partir das 10h00, o Teatro Municipal de Portimão será o ponto de partida para uma viagem pelas ruas do centro da cidade, onde os participantes podem retratar as suas obras arquitetónicas ou focar-se nas vivências que a caraterizam, consoante as preferências de cada um. O objetivo é atrair pessoas que nunca desenharam a juntarem-se aos Urban Sketchers e a partilharem conhecimentos, aperfeiçoando técnicas. Os interessados poderão obter informações e fazer a sua inscrição através do seguinte email urbansketchersalgarve@gmail.com.

Ambas as iniciativas acontecem no âmbito do programa de atividades do município ao nível da ARU- Centro Histórico de Portimão, com o objetivo de manter viva a memória da cidade e capacitar o envolvimento e participação da comunidade no processo de reabilitação urbana.

Esta será terceira edição do Encontro Urban Sketchers Algarve em Portimão, com o apoio da Câmara local, que no ano passado trouxe até à cidade mais de vinte autores, oriundos sobretudo da zona do barlavento algarvio, para registarem diferentes vivências do centro histórico. Em 2018, o evento integra a programação do Março Jovem.

Os desenhadores urbanos são conhecidos por ficarem horas no mesmo local, a absorverem os detalhes que escapam ao olhar desatento de quem por aí passa diariamente, de modo  registarem o seu trabalho no diário gráfico — é assim que se chama o caderno onde figuram os seus esboços.

Poderão ser obtidas mais informações sobre os Urban Sketchers do Algarve através do blog: http://urbansketchers-algarve.blogspot.pt/ e do Facebook deste coletivo.

You may also like...

Deixar uma resposta