Vila do Bispo evoca militares falecidos em La Lys

Cartaz Dia do Combatente - abril2015

Nesta quinta-feira, 9 de abril, cumprem-se 97 anos sobre a Batalha de La Lys, travada em França entre as forças aliadas e o império alemão no decurso da 1.ª Guerra Mundial, sendo a data escolhida para recordar os militares de Vila do Bispo que pereceram ao serviço de Portugal.

A 9 de abril de 1918, o exército alemão atacou violentamente as posições do Corpo Expedicionário Português em La Lys, que foram devastadas apesar de terem conseguido proteger os aliados, sofrendo pesadíssimas baixas: cerca de 1300 mortos, 4600 feridos, 2000 desaparecidos e 7000 prisioneiros.

Duas dessas baixas foram do concelho de Vila do Bispo, mais especificamente da localidade de Burgau, e chamavam-se Carlos Sequeira e José Joaquim Abelum, ambos militares do Regimento de Infantaria n.º 1 do Exército Português: o primeiro despareceu no dia da batalha, o outro foi feito prisioneiro de guerra, falecendo três dias depois.

Estes dois soldados, bem como todos os restantes que deram a sua vida ao serviço do país, naturais ou em trânsito pelo concelho (dois deles militares britânicos, tendo outros cinco perecido em terras de África), serão recordados numa homenagem que terá lugar no Cemitério da Freguesia de Barão de São Miguel, às 11h00.

A evocação é organizada pela Câmara Municipal de Vila do Bispo e conta com os apoios da Junta de Freguesia de Barão de São Miguel, da Associação de Ex-Combatentes do Concelho de Vila do Bispo e da Paróquia de Barão de São Miguel, que se associam à homenagem nacional realizada anualmente nesta data e conhecida por “Dia do Combatente”.

Dentro da mesma homenagem, às 15h00 de 11 de abril terá lugar no Centro de Interpretação de Vila do Bispo a palestra “Algumas Curiosidades na História Naval Portuguesa”, pelo técnico municipal Artur de Jesus.

You may also like...

Deixar uma resposta