Comunidade escaladora recolheu meia tonelada de lixo em Sagres

Realizou-se, no dia 4 de novembro, a primeira Ação de Limpeza na zona costeira de Sagres, organizada por um conjunto de associações e empresas ligadas à escalada, a nível regional e nacional.

Com a área de intervenção focada na falésia próxima do Forte do Beliche, zona de pesqueiros e acesso a alguns setores de escalada, um grupo voluntário de 35 pessoas, com idades a partir dos 3 anos, encheu 39 sacos de vidro e 55 de plástico e indiferenciado, contabilizando um total de 380 kg de vidro e 120 kg de plástico e lixo indiferenciado.

“Estes números revelam que este tipo de ações são imperativas para a consciencialização ambiental coletiva e reveladoras da forma como o lixo é descartado em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV), servindo de alerta para a necessidade urgente de reverter estas atitudes”, refere a organização, em nota de imprensa.

Os escaladores aproveitam a mesma nota de imprensa para deixar um alerta: “sendo a escalada um desporto de natureza, fomenta, através dos seus praticantes e entidades promotoras, uma consciência orgânica para a preservação da natureza, o que leva a que esta seja uma atividade desportiva que faz cumprir o princípio do desenvolvimento sustentável presente no artigo 10.º da Carta Europeia do Desporto, que refere que se deve apoiar e estimular as organizações desportivas nos seus esforços que visam a conservação da natureza e do meio ambiente. Desta forma, a organização e os participantes desta ação de limpeza esperam que a escalada possa deixar de ser uma atividade constrangida dentro do PNSACV e seja regulamentada e apoiada de forma justa e equilibrada, tal como acontece noutros parques naturais, como o Parque Natural da Arrábida, o Parque Natural da Serra da Estrela e mesmo o Parque Nacional Peneda-Gerês.”

Esta ação de limpeza em Sagres foi organizada pela Vertical – Núcleo de Escalada da ADR, Associação de Montanhismo e Escalada do Algarve, Clube de Escalada Vertigo, SAFE e Yupik Outdoor.

A iniciativa contou com o apoio da Câmara Municipal de Vila do Bispo, através da cedência dos contentores para depósito do lixo, e da ALGAR, que disponibilizou sacos e recolha seletiva do lixo apanhado.

You may also like...

Deixe uma resposta