Bandeira Azul hasteada em seis praias de Lagoa

No passado dia 3 de junho, o galardão da Bandeira Azul foi hasteado em 6 praias de Lagoa. Duas são também praias acessíveis a pessoas com mobilidade condicionada.

Destacamos o galardão Bandeira Azul, uma distinção de escala europeia que tem por objetivo a consciencialização dos cidadãos e os decisores para a necessidade de preservar o ambiente marinho e costeiro e a concretização de ações que levem à resolução dos problemas que afetam estas faixas do território.

Este ano as praias de Vale Olival, N. S. da Rocha, Vale Centeanes, Carvoeiro, Caneiros, Praia Grande (Ferragudo) têm hasteado o pavilhão da Bandeira Azul da Europa, pela sua excelência e pelo cumprimento de um rigoroso conjunto de critérios de informação e educação ambiental, qualidade da água, gestão ambiental e equipamentos, e segurança e serviços.

O Município de Lagoa hasteou também nas praias de Carvoeiro e de N. S. da Rocha a bandeira Praia Acessível, confirmando a procura de um território inclusivo no cumprimento de um conjunto de normas que facilitam o uso dos areais por pessoas com mobilidade condicionada. Estas praias disponibilizarão ainda cadeiras anfíbias que permitirão a este grupo especial de utentes a ida a banhos.

Paralelamente, nestas praias procura-se garantir a acessibilidade inclusiva nos percursos até às áreas concessionadas e zonas de conforto por meio de passadeiras pensadas para serem confortavelmente transitáveis, mesmo por cadeiras de rodas.

Em Carvoeiro, de forma a limitar os conflitos de uso e segurança entre os banhistas e as atividades náuticas dos operadores marítimo-turísticos e do apoio recreativo, bem como contribuir para o ordenamento da praia, será instalado mais uma vez um plano de sinalética denominado Praia de Carvoeiro – Segurança. Trata-se de um projeto de sinalética vertical e horizontal, para assinalar a manobra em terra das embarcações e balizar as zonas reservadas às marítimo-turísticas e pesca.

Ainda em Carvoeiro, há a destacar, a inauguração de um protótipo do totem do índice UV, que visa alertar de forma automática para a perigosidade da radiação ultravioleta ao longo do, evitando a necessidade da sua sinalização através de bandeiras. Desta forma todos os veraneantes poderão tomar as devidas precauções, independentemente do local do areal em que se encontram.

A construção deste protótipo, fruto de um ato de cidadania ativa através da apresentação do projeto/ideia por parte de um grupo de estudantes do Agrupamento ESPAMOL aquando da realização da Assembleia Municipal Jovem, reflete um trabalho em progresso que culminará na construção e distribuição de vários totens pelas praia balneares do concelho.

No mesmo dia, na Praia de Benagil, foram assinados dois protocolos de colaboração.

. Protocolo de Cooperação entre a Agencia Portuguesa do Ambiente e o Município de Lagoa, que tem por objetivo estabelecer os termos de colaboração entre as entidades signatárias para a execução de um programa complementar de monitorização das águas balneares do Concelho de Lagoa. Pretende-se, desta forma, melhorar o conhecimento dessas águas balneares, possibilitando a atuação preventiva em situações de contaminação.

. Protocolo de Cooperação entre o Instituto de Socorros a Náufragos a Câmara Municipal de Lagoa e a Capitania do Porto de Portimão, que tem como objeto definir os termos de cedência de uma mota de água, doada ao ISN pela Fundação Vodafone, com vista ao reforço da capacidade da garantia de assistência a banhistas na zona não vigiada da praia de Benagil e praias adjacentes. Paralelamente, o Município de Lagoa colocará ao serviço uma segunda mota de água que permitirá aos nadadores salvadores ao serviço da autarquia fazer o patrulhamento da linha de costa entre a Praia Grande, perto da Praia de N. S. da Rocha e a Praia do Carvalho.

You may also like...

Deixar uma resposta