Lagos cria Estação da Biodiversidade na Barragem da Bravura

No âmbito das comemorações do Dia Mundial do Ambiente, assinalado a 5 de junho, foram desenvolvidas pela Autarquia de Lagos várias atividades visando a sensibilização de diversos públicos para a importância e necessidade de preservar o ecossistema, das quais se destacou a inauguração da Estação da Biodiversidade da Barragem da Bravura.

As estações da biodiversidade resultam de um projeto desenvolvido pela TAGIS – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal, e incluem percursos pedestres curtos, sinalizados no terreno através de nove painéis informativos sobre as riquezas biológicas a observar pelos visitantes. Cada estação está localizada num local de elevada riqueza específica e paisagística, representativa dos ‘habitats’ característicos da área.

Os principais objetivos deste projeto são aumentar o conhecimento sobre a biodiversidade, contribuir para a valorização do património natural e, especialmente, promover a participação dos cidadãos na inventariação da fauna e flora locais.

Qualquer pessoa, independentemente da profissão e idade (dos 7 aos 77 anos), pode dirigir-se a uma estação da biodiversidade e colaborar ativamente na sua inventariação e monitorização.

A inauguração do espaço situado em torno da Barragem da Bravura, localizada na Estrada da Central, contou com a presença da presidente da Câmara Municipal de Lagos, Joaquina Matos, bem como de elementos da TAGIS, que dinamizaram visitas guiadas ao longo do dia com escolas lacobrigenses e grupos de seniores dos lares da Santa Casa da Misericórdia de Lagos e do projeto camarário ‘Saúde em Movimento’.

As visitas contaram com a participação de um total de 30 seniores e 168 alunos, de oito turmas e quatro escolas do 1º ciclo do ensino público (Escola do Bairro Operário, Escola de Santa Maria, Escola de Bensafrim e Escola da Ameijeira). Na iniciativa marcou igualmente presença o Centro Ciência Viva de Lagos, que dinamizou diversas atividades sobre a temática da biodiversidade.

Ainda integrada nestas comemorações, também a autarquia acolheu, no átrio do edifício Paços do Concelho Séc. XXI, a exposição temática ‘Plásticos – Até quando a nossa indiferença?’, promovida pelo Parque Zoológico de Lagos. No mesmo local esteve ainda patente uma outra exposição, com trabalhos feitos recorrendo a materiais reutilizáveis e elaborados pelas artesãs dos grupos ‘Cores e Pinceladas’ e ‘Pinturas ABC Espichense’, de Almádena e Espiche, respetivamente.

You may also like...

Deixar uma resposta