Portimonenses do século XV reunidos em livro

A sociedade portimonense do século XV é analisada no mais recente trabalho de Nuno Campos Inácio, que será formalmente apresentado nas instalações do ISMAT – Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes no próximo sábado, dia 12 de Maio, pelas 15h30.

A obra, que segue a forma de dicionário enciclopédico, marca o início da passagem para formato de livro do projeto de genealogia do Algarve que, deste modo, começa a transformar-se em obra física.

No livro, sob chancela da Arandis Editora, encontram-se mencionados os 173 indivíduos mais antigos documentos em Portimão, na origem genealógica de muitos portimonenses da atualidade, “ainda que nem sempre seja possível estabelecer essa ligação documentalmente, por os registos paroquiais só terem sido iniciados nesta freguesia em 1575”, explica o autor.

Além das notas biográficas de cada um dos indivíduos, que chegam a conter a própria assinatura, na obra, com 242 páginas, são transcritos vários documentos primários, alguns nunca antes publicados.

Prefaciada pela diretora do Arquivo Distrital de Faro, Luísa Pereira, a obra foi analisada por outros historiadores, investigadores e genealogistas, contendo na contracapa as opiniões críticas de João Vasco Reis, José Cabecinha, Marco Sousa Santos e Óscar Caeiro Pinto.

A apresentação contará com um momento musical a cargo da Orquestra Bach e, no final, será realizado um passeio pelo centro histórico de Portimão, onde serão observados e analisados alguns vestígios urbanísticos e arquitetónicos que remontam ao século XV.

You may also like...

Deixar uma resposta