Albufeira cria linha de apoio à comunidade educativa

O Município de Albufeira criou uma ‘Linha de Apoio à Comunidade Educativa’ – LACE-COVID 19, com o  apoio do ABC – Algarve Biomedical Center, um dos parceiros da Autarquia no âmbito da sua Estratégia  de Adaptação da Comunidade Educativa, em contexto da pandemia do novo coronavírus. Trata-se de  uma medida que visa informar e minimizar a possibilidade de transmissão do SARS-CoV-2 (vírus  causador da doença covid-19), assim como facilitar o regresso às aulas de forma segura, esclarecida e  tranquila. A Linha está disponível através do número 707 027 070, em funcionamento todos os dias da  semana das 7h00 às 00h00. 

Desde o primeiro dia de aulas que a comunidade educativa do concelho de Albufeira pode aceder à referida linha telefónica ao custo de uma chamada local. O atendimento telefónico conta com médicos do ABC, que  estão disponíveis para auxiliar perante casos suspeitos e/ou positivos, bem como em situações de dúvidas ou comportamentos a adotar em caso de alerta. 

Refira-se que a criação desta linha não pretende substituir a linha SNS24, que deve continuar a ser  obrigatoriamente contactada sempre que a situação o assim exija, mas sim disponibilizar uma resposta  integrada no âmbito da Estratégia de Adaptação da Comunidade Educativa do concelho com vista a minimizar a  possibilidade de transmissão do SARS-CoV-2 (vírus causador da doença covid-19). 

O presidente da Câmara Municipal de Albufeira, José Carlos Rolo, refere “que estamos a viver um período  difícil, de muita incerteza, que deve ser enfrentado com todas as medidas necessárias e uma aposta forte numa  boa articulação entre a comunidade educativa, autarquia, autoridades de saúde e segurança para que o ano  letivo decorra com segurança e tranquilidade”. O autarca acrescenta, ainda, que “estamos perante um enorme  desafio e por isso é fundamental atuar de forma consciente e com todo o rigor para que consigamos transmitir  confiança e segurança aos pais, alunos, professores, educadores e demais pessoal, o que temos feito desde o  início”. 

Refira-se que no âmbito da Estratégia de Adaptação à Comunidade Educativa, o Município de Albufeira já  investiu perto de 200 mil euros em serviços de apoio e diversos materiais, nomeadamente em sinalética,  cartazes, adaptação de salas de isolamento, soluções desinfetantes e demais equipamentos necessários para  todas as escolas do concelho. Juntamente com o ABC e as direções dos Agrupamentos Escolares, procedeu-se à  reorganização das salas de aula, espaços comuns (casas de banho, balneários, bibliotecas, refeitórios, etc.) e  espaços de circulação. 

O processo envolveu toda a comunidade escolar e de forma preventiva foram realizados testes  biomoleculares ao pessoal docente e auxiliar. 

Paralelamente, foi reforçada a vigilância nos espaços envolventes pela GNR, alargada aos estabelecimentos  comerciais circundantes, com o apoio do serviço municipal de Proteção Civil, que tem, também, mantido a  sua linha específica aberta 24 horas para apoio e esclarecimento à população. Para apoiar o esforço de  manutenção da segurança e os fluxos de acesso à escola, os militares da GNR têm vindo a reforçar o  programa Escola Segura junto à entrada dos estabelecimentos escolares. 

José Carlos Rolo sublinha que a Estratégia de Adaptação à Comunidade Educativa implica uma  monitorização constante de todas as medidas. “Trata-se de um programa desenvolvido de forma dinâmica,  em constante interligação com o ABC, sendo que cada Agrupamento de Escolas tem um interlocutor  designado para reportar e implementar todas as medidas previstas neste contexto de saúde pública”.

You may also like...

Deixe uma resposta