Mais de 170.000 pessoas passaram pela FATACIL

O concerto dos D.A.M.A. e um espetáculo de música e pirotecnia encerraram no domingo a 38ª edição da FATACIL, considerada como “uma das melhores de sempre”, nas palavras de Luís Encarnação, vereador da Câmara Municipal de Lagoa, entidade que organizou o evento.

Ao longo dos dez dias da feira passaram pelo recinto mais de 170 mil visitantes, contribuindo para alguns registos que merecem destaque. Nos últimos três dias, por exemplo, a FATACIL recebeu cerca de 70 mil pessoas. Nesse período, foi também batido o máximo diário de visitantes – mais de 25.000 pessoas, atraídas sobretudo pelo concerto dos Xutos & Pontapés.

“A qualidade do cartaz escolhido para este ano, procurando e conseguindo abranger grande diversidade de gostos e faixas etárias, foi uma das razões para o êxito desta edição”, afirma Francisco Martins, presidente da Câmara de Lagoa, sublinhando o “excelente trabalho de todas as pessoas envolvidas na organização, além da oferta em termos de expositores e a animação, sem esquecer a gastronomia e a excelência dos espetáculos” proporcionados pelo setor equestre.

A estreia nacional da amazona Clémence Faivre, com o cavalo lusitano ‘Fuego’, foi uma das estrelas no picadeiro, complementando um programa que soube aliar a arte de bem montar a patrimónios imateriais da humanidade, como são os casos do fado e do cante alentejano, presentes ao longo da programação.

A organização da FATACIL respondeu da melhor maneira a algumas dificuldades iniciais no acesso ao recinto, reforçando a oferta em termos de bilheteiras disponíveis e procedendo à leitura eletrónica dos ingressos. Por seu turno, os sete espaços de estacionamento disponíveis também ajudaram a facilitar o acesso à zona do Parque Municipal de Feiras e Exposições de Lagoa.

You may also like...

Deixe uma resposta