Novo máximo de inscrições está à vista no basquetebol do Portimonense

Texto: Hélio Nascimento | Foto: D.R., in Portimão Jornal nº 56


A apresentação de todas as equipas de basquetebol do Portimonense decorreu no último fim de semana, nos dias 24 e 25, e constituiu uma festa na verdadeira aceção da palavra, com jogos para todos os gostos e bastante entusiasmo, inclusive nas bancadas do Pavilhão da Boavista, em virtude da presença de muitos adeptos e familiares dos jogadores.

Ao mesmo tempo, tratou-se de uma prova da enorme vitalidade da secção, ou não fosse o basquetebol alvinegro a modalidade de pavilhão do concelho com mais inscritos e federados.

Ao todo, o Portimonense conta com 16 equipas, desde os ‘baby’ aos seniores, e, segundo os responsáveis, o número de atletas pode vir a rondar as três centenas, o que passará a constituir um novo máximo de inscrições.

Carlos Almeida, o coordenador e também treinador dos seniores, realça a adesão de muitos miúdos e até diz que já começam a faltar recursos humanos. “São dores de crescimento normais, mas a verdade é que mais treinadores e diretores seriam bem-vindos. Já somos poucos para o salto que o clube está a dar”, avança.

Os seniores continuam na Proliga, o segundo escalão, e o objetivo volta a ser a permanência. A equipa reforçou-se com um norte-americano, um argentino, um brasileiro e três portugueses e começa a época com a participação no Troféu António Pratas, defrontando o Galitos do Barreiro, o Ginásio Olhanense e o Basket Santo André, nos dias 30 de setembro, 1 e 2 de outubro.

Os escalões de formação, por sua vez, disputam os Regionais até ao final do ano, com o firme propósito de se qualificarem para os Nacionais, meta que, no ano passado, foi alcançado por quatro equipas, em seis possíveis. O recrutamento continua a ser feito junto das escolas, sendo de destacar o reativar do projeto ‘Basket na Escola’, em que os técnicos do clube vão dar aulas nas escolas básicas do primeiro ciclo.

“Estamos satisfeitos, mas ainda há muito para fazer. Esta dinâmica acarreta maior responsabilidade e o compromisso aumenta, embora seja estimulante. Agradecemos aos pais dos atletas e às empresas que nos apoiam, nomeadamente a Loja de Conveniência da Marina e a pastelaria ‘A Fábrica’, que nos deram bolos e outros produtos, e ao município de Portimão, que cedeu o espaço para o evento”, finaliza Carlos Almeida.

You may also like...

Deixe uma resposta