Opinião: Faça a escolha certa, treine com um ‘Personal Trainer’

Luís Silva
Coordenador de treino personalizado e sala de exercício do Village


Ao entrar hoje em dia num ginásio conseguimos observar uma movimentação constante nas suas áreas de treino, pessoas que vêm e vão numa dinâmica de treino ininterrupta. Boa parte destas pessoas não está sozinha e movimenta-se em duplas. Duas a duas, essas pessoas deslocam-se de exercício para exercício sem que nunca se separem. Mais atentamente, percebe-se que somente um elemento da dupla realiza os exercícios, enquanto o outro elemento observa, corrige, motiva e potencia o seu treino. Estas situações significam que cada cliente possui o seu respetivo ‘Personal Trainer’. Nunca está só neste constante ir e vir.

Os treinadores pessoais, mais comumente conhecidos como ‘Personal Trainer’ são profissionais formados na área do “Exercício Físico e Bem-Estar”, capacitados para ministrar aulas personalizadas. É importante ter em conta que apenas os portadores do título profissional correspondente a esta área podem laborar como ‘Personal Trainers’. O treino personalizado é uma manifestação do treino individualizado que visa uma intervenção mais próxima e ajustada às necessidades e motivações de cada cliente, utilizando métodos de treino específicos e diferenciados para cada aluno, permitindo potenciar e elevar a qualidade da ação do ‘Personal Trainer’ na interação com o seu cliente.

O treino personalizado ajusta-se bem ao que se costuma dizer, “sozinhos vamos mais rápido, juntos vamos mais longe!” No contexto do exercício físico, muitas das vezes, a rapidez é inimiga da perfeição e, quando queremos ir mais além, um ‘Personal Trainer’ faz sem dúvida a diferença. Seguindo esta linha de pensamento, deixa de ser apenas uma pessoa focada em realizar as suas ambições e passam a ser duas.

Este serviço pode ser utilizado por qualquer pessoa independentemente da experiência que tenha com o exercício físico. Torna-se bastante importante para quem nunca teve experiência com exercício físico, pois, neste sentido, a missão do ‘Personal Trainer’ será ensinar os seus clientes a treinarem de forma autónoma no futuro. No que toca ao outro lado da experiência, o serviço personalizado é uma excelente escolha para clientes que já detenham experiência em exercício físico, em momentos que os seus resultados estagnaram e pretendem ter um novo desafio e, por sua vez, alcançar objetivos mais exigentes.

É uma forma de treino individualizada, mas que também pode ser utilizada em pequenos grupos de treino que preferencialmente não excedam quatro pessoas por grupo.

Treinar acompanhado pelo ‘Personal Trainer’ é uma experiência onde só conseguimos identificar aspetos positivos, existindo uma quantidade enorme de benefícios, dos quais podemos identificar alguns deles:
Acompanhamento Constante – O ‘Personal Trainer’ não está apenas responsável por acompanhar os seus clientes durante o treino. O seu acompanhamento vai mais além que as sessões em que treinam juntos. É feito de forma diária, para garantir que todos os pormenores são cumpridos de forma a que as necessidades e motivações dos seus clientes sejam alcançadas;

Oportunidade de Aprender – A companhia do ‘Personal Trainer’ não se limita a obrigar a trabalhar mais e a transpirar a dobrar. Trata-se de um profissional especializado que detém um vasto conhecimento do corpo humano e do exercício físico. Trabalha com o intuito de capacitar os seus clientes a obterem uma autonomia futura. O ‘Personal Trainer’ pode auxiliar com dicas de nutrição e suplementação, definidas em conjunto com o/a nutricionista, porque não há resultados consistentes sem o complemento nutricional.

Maior Segurança – A presença constante de um ‘Personal Trainer’ enquanto treina, garante uma boa postura na execução dos movimentos e uma técnica eficiente na realização dos exercícios, prevenindo lesões que podem significar um investimento mais avultado. Por exemplo e pegando num dos movimentos essenciais no nosso dia, um simples agachamento. Sublinham os especialistas da Academia Norte-Americana de Medicina Desportiva (ACSM) que devemos ter a capacidade de executá-lo aos 8 e aos 80 anos. Aparentemente é um movimento básico e simples. E quem diria que a sua execução implica que cerca de 200 músculos trabalhem em sinergia? Um agachamento pode assim ajudar a fortalecer o corpo inteiro, desde que realizado corretamente e de forma segura.

Treinar Mais – Segundo vários estudos, conseguiu-se comprovar que o treino personalizado é um método eficaz para mudar atitudes e, assim, aumentar a quantidade de atividade física. Com ajuda do ‘Personal Trainer’, os clientes sentem-se mais motivados para treinar mais vezes durante a semana e com mais eficiência.

Variabilidade e Especificidade – Estes dois termos representam dois princípios de enorme importância no que toca ao exercício físico. O princípio da variabilidade determina que o ‘Personal Trainer’ utilize variadas formas de treino e exercícios durante as sessões. Utilizando este método, o ‘Personal Trainer’ diminui a probabilidade de desmotivação e estagnação de resultados nos seus clientes. Utilizando este princípio o cliente também fica capacitado com muito mais conhecimento sobre o exercício físico. Quanto ao princípio da especificidade, cada cliente tem as suas características e objetivos, dessa forma o ‘Personal Trainer’, planeia de forma singular. Ou seja, cada cliente tem o seu planeamento, não havendo espaço para cópias.

Saúde Mental – Bastam 150 minutos de exercício por semana para obter benefícios em desordens de saúde mental, como depressão e ansiedade. O exercício é uma espécie de ansiolítico natural, como dizem os estudos. E o ‘Personal Trainer’ tem esta perceção e pode ajustar o treino ao teu ritmo e condição psicológica. O ‘Personal Trainer’ pode ajudar a promover a autoconfiança através do exercício.
Populações/situações especiais – Em caso de lesões, gravidez, doenças crónicas, e outras situações em que é prescrito exercício físico, o ‘Personal Trainer’ pode ajudar a criar treinos personalizados específicos. Na recuperação de lesões, após a alta médica e o aval do fisioterapeuta, o cliente pode trabalhar com o ‘Personal Trainer’ de forma a recuperar mais rapidamente. Em relação ao exercício físico na gravidez, existem vários estudos que provam que o exercício na gravidez tem bastantes vantagens para a mãe e para o bebé e é seguro continuar a realizar exercício ou até começar a fazê-lo. Contudo é necessário haver cuidado na prática do mesmo e o ‘Personal Trainer’ é o elo principal para que tudo corra dentro do normal. Dentro das doenças crónicas, como diabetes, hipertensão, problemas cardíacos, entre outras, o ‘Personal Trainer’ está capacitado para desenvolver programas de treino que promovam a melhoria da qualidade de vida dos seus clientes portadores de doenças crónicas.

Performance – Com a ajuda do ‘Personal Trainer’, cada cliente alcançará a melhor condição física da sua vida. Tendo o aspeto da performance muito impacto sobre atletas dos diferentes desportos, o treino personalizado é um excelente complemento ao treino diário de cada cliente. Com o ‘Personal Trainer’, seremos mais fortes, mais rápidos, mais ágeis e mais resistentes.

Existindo ainda mais benefícios, estes são apenas alguns dos que são de extrema importância mencionar, isto porque, é através destes que o ‘Personal Trainer’ consegue oferecer experiências positivas aos seus clientes, e é através destes benefícios que o ‘Personal Trainer’ consegue ajudar os seus clientes a alcançar os objetivos delineados.

Assim, em jeito pessoal, aconselho vivamente a que, se está a começar a treinar ou se já treina há algum tempo e está a necessitar de um novo desafio, não hesite e faça a escolha certa. Treine com um ‘Personal Trainer’, onde encontrará um profissional focado em ajudá-lo nas suas necessidades, encontrará um confidente e quiçá até um amigo.

You may also like...

Deixe uma resposta