SOS Oncológico: Cancro de mama em homens e a deteção precoce

SOS Oncológico Algarve, in Lagoa Informa nº164


O cancro de mama é um tumor maligno que se origina nas células do tecido mamário. Um tumor maligno é um grupo de células cancerígenas que pode invadir os tecidos adjacentes ou disseminar (metástase) para outros órgãos.
O cancro de mama ocorre principalmente em mulheres, mas os homens também podem ter a doença. É importante mencionar que muitas pessoas não sabem que os homens têm tecido mamário e podem desenvolver o cancro de mama.

Deteção Precoce do Cancro de Mama em Homens
Diagnosticar o cancro de mama cedo aumenta as hipóteses de um tratamento bem-sucedido. No entanto, como o cancro de mama em homens é raro, é pouco provável que exista um benefício real em realizar rastreio do cancro de mama em homens na população em geral, por exemplo, com mamografias e outros exames.

Diferenças que afetam o diagnóstico precoce do cancro de mama entre homens e mulheres.
Existem muitas semelhanças entre o cancro de mama em homens e mulheres, mas existem também algumas diferenças importantes que impedem o diagnóstico precoce da doença:

Tamanho da mama: A diferença mais óbvia entre a mama masculina e a feminina é o tamanho. Como os homens têm pouco tecido mamário, é mais fácil observar ou sentir pequenas massas (tumores). Por outro lado, como os homens têm tecido mamário escasso, os tumores não necessitam crescer muito para atingir a aréola, a pele que cobre a mama e os músculos sob a mama. O cancro de mama em homens tende a ser um pouco menor do que nas mulheres no momento do diagnóstico, e geralmente já se disseminou para os linfonodos e tecidos adjacentes. A extensão da disseminação é um dos fatores mais importantes para o prognóstico do cancro de mama.

Ausência de um programa de consciencialização: Uma diferença é que o cancro de mama é comum entre mulheres e raro entre os homens. As mulheres geralmente são mais conscientes desta doença e os seus possíveis sinais de alerta, mas a maioria dos homens não percebe que têm um pequeno risco de serem afetados. Alguns homens ignoram os nódulos mamários ou pensam que são causados por uma inflamação ou algum outro motivo, e não procuram assistência médica, deixando o tumor crescer. Alguns homens têm vergonha quando encontram um nódulo na mama e temem que alguém possa questionar a sua masculinidade. Isto também pode retardar o diagnóstico e reduzir as hipóteses de sucesso no tratamento.

Homens do grupo de risco: Exames cuidadosos da mama podem ser úteis para rastrear os homens com um forte histórico familiar de cancro de mama ou mutações no gene BRCA. O rastreamento com mamografias e ultrassom não foi estudado em homens, e muitas vezes só são realizados se for diagnosticado um nódulo. Os homens que têm um alto risco para cancro de mama devem discutir o assunto com o seu médico.

Aconselhamento genético: Se tem histórico familiar para cancro de mama (homem ou mulher), cancro de ovário, cancro de pâncreas e/ou cancro de próstata que pode ser causado por uma mutação no gene BRCA e/ou se alguém na sua família tem essa mutação, deve avaliar a possibilidade de realizar exames genéticos para determinar se herdou uma mutação no gene BRCA. Se o exame diagnosticar uma mutação, deve procurar o seu médico ou um oncologista. Outros tipos de cancro, incluindo o cancro de próstata, cancro de pâncreas e cancro de testículo foram associados a mutações de BRCA. Se está a pensar em fazer o teste genético, recomenda-se consultar antes um especialista em genética. É importante entender o que o teste genético pode (ou não) dizer, e pesar cuidadosamente os benefícios e riscos do teste. Os resultados dos testes nem sempre são elucidativos, e mesmo que sejam, nem sempre está claro o que deve ser feito. Pode haver outras preocupações como, o que os resultados podem significar para os outros membros da família.

You may also like...

Deixe uma resposta