Opinião: Recados…

João Reis | Professor, in Lagoa Informa Jornal nº169


Provavelmente, deve-se à proximidade do Natal esta disposição para notar melhor as notícias agradáveis. Entre outras, notei (e anotei) o anúncio de eleições legislativas em 30 de Janeiro, o V Congresso da SEDES e, lá de fora, o novo chanceler alemão.

Vamos, então, por partes.
– As eleições legislativas, consequência da dissolução do Parlamento, poderão/deverão constituir a forma mais limpa de resolver a “bagunça” daquela “geringonça” criada, em 2016. Não fora o desentendimento das “comadres” à volta de um orçamento, ainda iríamos sofrê-la por mais uns anos. Gostaria de ver, nestas eleições, um resultado que permita reacender esperanças que combatam o cepticismo que tem reinado. Desejo que Janeiro seja, uma espécie de “começar bem o ano”, que produza um Parlamento com deputados que não sejam “funcionários” dos Partidos, mas representantes leais dos Cidadãos seus eleitores, pragmáticos, decentes. Ser Deputado não é promoção; é MISSÃO!! E, quem vencer, saiba produzir um GOVERNO capaz de PLANEAR a longo prazo. E cumprir o plano!!! Entendem?

  • A SEDES (Associação para o Desenvolvimento Económico e Social) é uma das mais antigas associações cívicas portuguesas, uma notável iniciativa da Sociedade Civil. Mantendo uma existência discreta, por ela tem passado, no entanto, gente insigne, como Sá Carneiro, João Salgueiro, Salgado Zenha, Daniel Serrão, Marcelo Rebelo de Sousa que, com tantos outros, têm constituído uma patriótica plêiade de pensadores/actores da política nacional.

Com meio século de vida tem, agora, por dinâmico Presidente ÁLVARO BELEZA, médico, político socialista, apoiante de um Bloco Central, para quem “a SEDES é a herdeira ética de Sá Carneiro” – esclarecedora afirmação. Recentemente – de 28/Outubro a 5/Dezembro – esta Associação realizou o seu V Congresso que – parece – não mereceu da comunicação social grande atenção, lamentavelmente!! Seguindo o seu lema “A PENSAR PORTUGAL”, na senda do Humanismo, da Democracia, do Desenvolvimento Sócio-Económico e reconhecendo a Premente Necessidade de Reformas (1), os congressistas levaram a cabo, ao longo deste ano, estudos que foram temas de debate nas sessões do Congresso e que abrangeram múltiplas áreas – da Educação à Saúde e à Acção Social; do Mar ao Sistema Eleitoral e à Imprensa; da Reforma do Estado à Justiça, à Segurança e à Economia. Dos debates saíram PROPOSTAS de valor patente e inquestionável. Haja, agora, quem, entre os responsáveis políticos, as tome em consideração, as estude e aja em conformidade e com “espírito de serviço”. Oferta da SEDES, corresponderá, certamente, ao que todos queremos: sair desta fastidiosa “cepa-torta”! É, aliás, OBRIGAÇÃO de qualquer Governo! Serão capazes??

  • OLAF SCHOLZ, sucessor de Angela Merkel, vai governar a Alemanha chefiando uma coligação de 3 partidos que aceitaram, em benefício do seu país e seus compatriotas, discutir ideias, políticas e estratégias com uma visão patriótica, pragmática e de seguro compromisso. É o 9º chanceler do país desde o fim da II Guerra Mundial, há setenta e tal anos; uma lista curta que explicará a estabilidade e o progresso que a Alemanha tem registado. Não sendo alemão, não estou aqui a saudar o Sr. Scholz; o que me levou a evocá-lo foi este bocadinho de uma sua intervenção, antes de ser eleito: “Não acreditem naqueles que dizem que depois do coronavírus tudo voltará a ser como antes. Enganam-se. Não acreditem, tampouco, naqueles que pensam que podem inventar um novo mundo verde. Também se enganam”. O que tem, então, este mini-trecho para merecer o realce? Tem a VERDADE, a HONESTIDADE, o REALISMO; qualidades que granjeiam CONFIANÇA (penso eu…); e – muito importante – não contém DEMAGOGIA…

(1)Reformar – reconstruir, restaurar, reorganizar, corrigir.

                     ---xxx---

Não fossemos nós esquecê-lo, os centros comerciais e quejandos têm vindo, desde Setembro, a recordar-nos: “VEM AÍ O NATAL”. Pois vem!! Pensemos, pois, no ANIVERSARIANTE JESUS, na Sua mensagem de Esperança, Luz, Paz. Desejo a TODOS UM NATAL COM SAÚDE e UM 2022 CHEIO DE NOTICIÁRIOS MENOS TRISTES! FELICIDADES!

  • Artigo escrito sem a aplicação do novo acordo ortográfico.

You may also like...

Deixe uma resposta